Que o Rio de Janeiro é uma das cidades mais fotografadas do mundo ninguém tem dúvidas disso. Seus pontos turísticos ajudam, sua beleza natural e seu povo contribuem. Mas num lugar com tantas belezas, quais seriam os melhores e mais adequados para se fotografar?

Dependendo de seu objetivo, para cada evento ou momento há um lugar mais apropriado, porém o Rio de Janeiro, quando o assunto é fotografia, o que menos importa são as regras. O Cena Carioca escolheu alguns lugares mais indicados para se fotografar no Rio de Janeiro.

Para nos ajudar nesse tarefa, vamos contar com o fotógrafo Rogério von Krüger, profissional em fotos de casamentos e empresariais. Ele nos indicou os locais mas deslumbrantes da cidade, onde certamente podem ser feitas belíssimas imagens:

Arpoador

 Arpoador

 

Ver o sol nascer no Arpoador e registrar o momento é inesquecível. É de manhã que as pessoas começam a chegar à praia, os surfistas começam a entrar na água, com direito à linda vista do Morro Dois Irmãos.

Se preferir, pode subir nas pedras e fotografar tudo de cima. Do outro lado, você pode registrar a Praia do Diabo. E para fechar com chave de ouro, vá a ponta da pedra do Arpoador e fotografe o horizonte.

Lagoa Rodrigo de Freitas

Lagoa Rodrigo de Freitas

 

A Lagoa tem muitas opções de ângulos da Cidade Maravilhosa, dependendo do local em que você esteja podem ser vistos o Morro Dois Irmãos, Cristo Redentor ou, se preferir dê uma volta e fotografe os clássicos pedalinhos. Há piers ótimos para fazer fotos pessoais ou até um selfie.

Jardim Botânico

Jardim Botânico

Para sair um pouco do clima urbano, o Jardim Botânico é lugar perfeito. É o melhor lugar do Rio de Janeiro para se tirar fotos da natureza, onde sempre há algo novo a ser explorado. O fato é que o Jardim Botânico proporciona fotos inesquecíveis.

Urca

Urca

Esse é outro local indispensável para ser fotografado. Há pelo menos três caminhos que vai reder muitas fotos. Um deles segue pela Praia Vermelha, outro caminho é a subida do bondinho para o Pão de Açúcar, com visão dos barquinhos no Aterro do Flamengo. O terceiro é pela Mureta da Urca, pertinho da Praia Vermelha. Prédios no caminho, barcos lá embaixo e o Cristo Redentor ao fundo, é um ótimo cenário para muitas fotos.

Mirante Dona Marta

Mirante Dona Marta

Esse é ponto para registrar o pôr do sol e o melhor local para fechar o dia. Há dois lugares perfeitos: o heliporto, com frente para o Cristo Redentor e o próprio mirante, com vista para o Pão de Açúcar. Em ambos, o pôr do sol é perfeito e a visão da cidade, magnífica.

 

Cena Carioca fala de lazer, cultura, life style, mas também é utilidade pública para os cariocas. Por isso, destrinchamos passo a passo todo o processo de regularização veicular no nosso estado e na nossa cidade. Vamos conferir?

Ao adquirir um carro novo ou usado, o proprietário precisa regulamentar sua documentação, através da transferência de propriedade do veículo no caso de usados e da documentação normal de aquisição de um automóvel zero quilômetro.

A documentação pode ser feita por intermédio da concessionária em que o veículo foi adquirido, através de um despachante ou indo pessoalmente no Detran para fazer o requerimento.

Retirada de documentos para veículos novos

A concessionária fornece o popularmente conhecido “Kit Despachante” para ser levado ao Detran juntamente com o RG, CPF e comprovante de endereço do proprietário, para que seja dada a entrada na documentação para realizar o emplacamento. Após conseguir a placa, o motorista deverá acessar o site do Detran para preenchimento e cadastro no RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores).

Depois de feito esse processo, o proprietário deverá acessar o site da Secretaria da Fazenda para gerar o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Após o pagamento dessas taxas, o motorista deverá voltar ao Detran para retirada da documentação que pode levar normalmente três dias para ficar pronta. Após a entrega do documento, o dono do veículo deverá comparecer a um posto de lacração do Detran e então o carro estará devidamente apto a circular.

Retirada de documentos para veículos usados

No ato do fechamento de compra, o novo proprietário deverá comparecer ao cartório juntamente com o antigo dono, para fazer o reconhecimento de firma do CRV (Certificado de Registro de Veículos), por ambas as partes. No caso de transferência de propriedade, a lei exige o reconhecimento por autenticidade, ou seja é obrigatório a presença física de ambas as partes, sendo inviável o uso de representante. As partes assinam o documento na frente do tabelião responsável do cartório.

Após toda a tramitação, o novo proprietário tem até 30 dias para concluir a transferência de propriedade e acessar o site do Detran para fazer o preenchimento do formulário RENAVAM, sendo necessária a impressão de duas vias.

De posse do número do RENAVAM o motorista, deverá pagar a taxa de transferência e todos os débitos do veiculo que se encontrar em aberto. Em caso de mudança de estado, deverá ser paga também a taxa de lacração do veículo.

Após cumpridas todas essas etapas, o novo dono do veículo deverá comparecer ao Detran com o CRV assinado e munido de todas as taxas devidamente pagas. Se o carro ainda não foi vistoriado o proprietário deverá levar os decalques de chassi e motor do veículo, para que a vistoria aconteça.

De acordo com Danilo Vasconcelos, da Dinamicar Pneus, loja de pneus no Rio de Janeiro, apenas o proprietário ou alguém autorizado portando uma procuração específica, com firma reconhecida e autenticada, podem solicitar a emissão e retirada de documentos nos órgão de trânsito. “É importante apresentar os comprovantes de quitação e o documento antigo do veículo, além de algum documento que comprove sua identidade, para que não ocorram atrasos na emissão”.

O carnaval de 2015 mais uma vez foi marcado pela disputa acirrada das agremiações. A Beija-Flor de Nilópolis, campeã deste ano com o enredo em homenagem à Guiné Equatorial, ficou a apenas quatro décimos na frente da segunda colocada, Salgueiro, com 269,5 pontos. Confira a seguir o que mudou para os desfiles de 2016.

Escolas que subiram para o Grupo Especial

Carnaval do Rio de Janeiro

Estácio de Sá deixa o Grupo de Acesso e está de volta ao seleto grupo das escolas de samba do Rio de Janeiro. A escola levou para a Sapucaí um enredo em homenagem aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, e apesar de ter enfrentado alguns problemas no seu desfile, a sua evolução não foi comprometida, garantindo notas altas dos jurados e a primeira colocação do Grupo A.

Escolas que foram rebaixadas para a Série A

Um ano após subir para o Grupo Especial, a Viradouro foi a última colocada, conquistando apenas 263,7 pontos e voltando para o Grupo de Acesso. A agremiação de Niterói abriu a primeira noite de desfiles na Sapucaí sob forte chuva, com diversos problemas em suas alegorias e fantasias. No inicio do seu desfile, uma das suas esculturas principais perdeu um dos braços, contribuindo para a perda de um ponto no quesito alegoria.

Escolas que subiram para a Série A

A Acadêmicos da Rocinha conquistou o campeonato da série B com o enredo “Borboleteando nos destinos da vida! O que te desafia te transforma”, com um samba que levava uma mensagem de superação, suficiente para contagiar a todos os componentes e colocar a escola da Zona Sul entre as melhores do Grupo A que desfilam na Marquês de Sapucaí. Seis agremiações caíram para a série C, são elas: Unidos da Ponte, Sereno de Campo Grande, Unidos de Vila Santa Tereza, Rosa de Ouro, Unidos de Vila Kennedy e Acadêmicos da Abolição.

Carnavalescos que mudaram de escola

Cid Carvalho

Cid Carvalho, ex-Mangueira, é a nova contratação da escola de Niterói Acadêmicos do Cubango. O experiente carnavalesco já passou por escolas como Mangueira no último Carnaval, Beija-Flor, Vila Isabel, Estácio e Paraíso do Tuiuti, além de atuar em agremiações de outros estados, como a Boêmios do Laguinho, de Macapá, e Mocidade Unida da Glória, de Vitória.

Paulo Barros

Após se desligar da Mocidade, Paulo Barros fecha contrato com a Portela, quinta colocada no carnaval de 2015. O carnavalesco foi tricampeão pela Unidos da Tijuca, e neste ano na sua estreia pela escola de Padre Miguel, alcançou apenas a sétima posição.

Alexandre Louzada

Alexandre Louzada assume a escola de Padre Miguel ao lado de Edson Pereira, após saída de Paulo Barros. A Mocidade vai contar para o carnaval de 2016 com a experiência de dois nomes de peso, que já atuaram respectivamente na Portela e na Unidos de Padre Miguel.

O roteiro de festa de casamento é fundamental para orientar o fotógrafo, que conhecendo todos os passos, vai garantir o registro dos mais belos momentos da cerimônia. A preparação do roteiro é importante, não apenas para o registro fotográfico, mas para que todos os profissionais envolvidos na cerimônia tenham como se orientar.

Para organizar seu casamento, o Cena Carioca preparou um tutorial que pode ser adaptado a qualquer casamento. E serve não apenas para os fotógrafos, mas para todos, inclusive os noivos. Para ajudar nessa tarefa, vamos contar com o fotógrafo fotógrafo de casamentos Rogério von Krüger.

Chegada dos noivos à recepção

É o momento pós-cerimônia, ou seja, é hora da festa. A chegada dos noivos na recepção é um dos momentos mais emocionantes do casamento. É nessa hora que os noivos vão se encontrar com os amigos para festejar. E o fotógrafo precisa registrar cada movimento dos mais diversos ângulos.

Discurso, brinde e bolo

Passada a recepção, é chegada a hora do discurso – nossa segunda dica do roteiro. O discurso pode ser o mais breve possível. Poucas palavras de agradecimento, brindando a todos os presentes; nesse momento pode ocorrer o simbólico corte do bolo. O ritual é simples, descontraído e rende muitas fotos.

A dança dos noivos

Para abrir a pista de dança, ninguém melhor do que os noivos. Mas e se você não souber dançar? Não precisa tirar esse momento do roteiro de seu casamento. Nem ser dançarino profissional na tradicional valsa, apenas uns passinhos, pelo animado protocolo. Na dança,  um roteiro próprio, que geralmente, na primeira música, temos os noivos dançando sozinhos. Na segunda, a noiva dança com seu pai e o noivo com sua mãe. Na terceira valsa, os convidados e os padrinhos, e depois todos os presentes.

Fotos com família e padrinhos

Depois de se cumprir os primeiros protocolos, é hora de fazer as fotos, que segundo Rogério, são as mais posadas, afinal são as fotos com os padrinhos e os pais. No roteiro do casamento esse deve ser o momento que vai levar um tempinho, mas essas são aquelas fotos que precisam de um maior capricho, pois serão bastante visualizadas.

A hora do bolo do casamento

Hora de aproveitar as delícias escolhidas e cuidadosamente preparadas para os noivos e seus convidados. Tente aproveitar e saborear ao máximo de tudo um pouco e beba muito líquido. Afinal a festa não termina aqui.

Cumprimento dos noivos

Embora os noivos já tenham agradecido a todos no discurso, faltam os cumprimentos. É difícil cumprimentar todo mundo com calma, principalmente se a festa conta com mais de 100 convidados. Uma ideia é o casal passar de mesa em mesa cumprimentando e fotografando o momento. Isso vai garantir que todos os convidados saiam no álbum de casamento.

Momento de jogar o buquê

Normalmente a hora de jogar o buquê é durante o andamento da festa e de preferência na pista de dança. Para descontrair um pouco mais, os noivos podem convocar os solteiros para participarem do tradicional e divertido momento.

Para coroar os três anos de reinado consecutivos do Camarote Lounge Folia Tropical no carnaval do Rio de Janeiro, a atriz, comediante e apresentadora, Tatá Werneck, considerada a “mulher do ano de 2014” por uma revista masculina, vai abrilhantar o carnaval dos frequentadores do Camarote Lounge Folia Tropical.

A atriz, que também marcou presença na edição de 2014, estará presente na Sapucaí nos desfiles do grupo especial no domingo (15), segunda-feira (16) e no sábado das campeãs (21).

Adquira já o seu ingresso para o carnaval 2015 no Camarote Lounge Folia Tropical e desfrute de 1.500 m² com serviços de alto nível e visão privilegiada dos desfiles!

O verão chegou mostrando com força a sua marca maior: muito sol e calor. O Carnaval de rua, em muitas cidades, já está em curso com muita gente e bastante animação.

Cerca de 10% dos homens sofrem de Cálculo Renal, enquanto que as mulheres são sete por cento. Isso reforça a necessidade dos homens em ter mais cuidados com sua saúde e hidratação no verão, quando há um aumento de até 30% dos casos de Cálculo Renal, por isso é bom ficar atento às dicas para curtir o calor e aproveitar o Carnaval sem problemas.

 

A saúde e o corpo

 

No verão, o corpo humano tende a perder muita água, e quanto mais você se agita, mais perde líquido, por isso um cuidado maior durante o período carnavalesco é recomendado. O corpo é composto de 50% a 60% de água,  eliminada diariamente, através do suor, transpiração e respiração. Em média, o corpo perde cerca de um litro de água por dia.

A baixa ingestão de líquido diariamente é um dos fatores que causa a litíase urinária, que é o cálculo renal. Segundo o urologista, da clínica Vivace – Saúde do Homem, Dr. Paulo Roberto, sem a hidratação necessária, a urina sofre um acréscimo na concentração de substâncias como cálcio, oxalato e ácido úrico, que podem formar os cálculos renais.

 

Como se cuidar no verão e no carnaval

 

Roupas adequadas para o carnaval no verão

 

O sol e o color são escaldantes, por isso é muito importante para você suportar a temperatura e o suor, use roupas adequadas e que ajudem na transpiração. Se usar calças, por exemplo, opte por aquelas mais confortáveis possíveis que deixam a pele respirar e evite, sempre que possível, o calor.

 

O desgaste físico no carnaval

 

Os cuidados com o desgaste físico devem ser observados. É preciso muita atenção ao se expor ao sol, pois ele causa desidratação e até queimaduras na pele, com a exposição prolongada e sem proteção. Recomenda-se o protetor solar de fator mínimo 30.

 

Alimentação no Carnaval

 

A alimentação é fundamental, embora, em época de festas, às vezes não seja fácil mantê-la controlada, por isso, capriche no café da manhã e tente pelo menos, a cada 3 horas fazer uma refeição leve.

Dê preferência a uma alimentação a base de carboidrato com pão integral, barras de cereais e principalmente, muitas frutas. Evite alimentos gordurosos e frituras, e, se optar por lanches rápidos, prefira as saladas e sanduíches naturais.

 

Bebidas para o Carnaval

 

Os líquidos são fundamentais, abuse deles no verão e principalmente na folia carnavalesca. Água, água de coco e sucos naturais, inclusive, pois assim será possível repor toda o líquido e sais minerais eliminados pelo corpo. É bom lembrar que quando o assunto é líquido para reidratar a cerveja não conta.

carnaval-carioca

O desfile das escolas de samba, no Rio de Janeiro, é realizado desde 1932, e diversos locais já sediaram o evento, como a avenida Rio Branco e até o estádio de São Januário. Desde então, as maiores agremiações do Rio vêm se aprimorando para entrar na disputa pelo título, com desfiles que são verdadeiras superproduções.

Listamos aqui as maiores campeãs do carnaval do Rio de Janeiro, com um pouco de sua história e os grandes ícones do carnaval do presente e do passado.

Portela

21 títulos: 1935, 1939, 1941, 1942, 1943, 1944, 1945, 1946, 1947, 1951, 1953, 1957, 1958, 1959, 1960, 1962, 1964, 1966, 1970, 1980 e 1984
Fundação: 11 de abril de 1923
Localização: Osvaldo Cruz / Madureira
Fundadores: Paulo da Portela, Alcides Dias Lopes – o Malandro Histórico – , Heitor dos Prazeres, Antônio Caetano, Antônio Rufino, Manuel Bam Bam Bam, Natalino José do Nascimento – seu Natal- Candinho e Cláudio Manuel.
Grandes sambistas: Monarco, Paulinho da Viola, Noca da Portlea, Zé Keti

A maior vencedora de todos os tempos do carnaval do Rio é um verdadeiro símbolo de garra e determinação. Embora não vença um desfile desde 1984, a Portela brilha intensamente nos carnavais do Rio e seu enredo para 2015 é “ImagináRIO – 450 janeiros de uma cidade surreal”.

Mangueira

17 títulos: 1932, 1933, 1934, 1940, 1949, 1950, 1954, 1960, 1961, 1967, 1968, 1973, 1984, 1986, 1987, 1998 e 2002
Fundação: 28 de abril de 1928
Localização: Mangueira
Fundadores: Carlos Cachaça, Cartola, Zé Espinguela
Grandes sambistas: Cartola, Dona Zica, Jamelão

A Verde e Rosa é uma das principais atrações do desfile das escolas de samba, e sua passagem provoca arrepios no público, e, claro, muitos aplausos. Sempre favorita, em 2015 seu enredo é “Agora chegou a vez vou cantar: Mulher de Mangueira, Mulher Brasileira, em primeiro lugar”.

Beija Flor

12 títulos: 1976, 1977, 1978, 1980, 1983, 1998, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008 e 2011
Fundação: 25 de dezembro de 1948
Localização: Nilópolis
Fundadores: Martje F., Milton de Oliveira – Negão da Cuíca – , Edson Vieira Rodrigues – Edinho do Ferro Velho – ,Helles Ferreira da Silva, Mário Silva, Walter da Silva, Hamilton Floriano e José Fernandes da Silva.
Grandes sambistas: Neguinho da Beija Flor, Joaosinho Trinta, Laíla

Consagrada como uma das gigantes do carnaval do Rio, e maior representante da Baixada Fluminense, a azul e branca de Nilópolis se fortalece a cada ano. Presença constante no desfile das campeãs, a Beija Flor levará para a Avenida, no próximo ano o enredo “Um griô conta a história: Um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial”.

Salgueiro

9 títulos: 1960, 1963, 1965, 1969, 1971, 1974, 1975, 1993 e 2009
Fundação: 5 de março de 1953
Localização: Andaraí
Fundador: Paulino de Oliveira
Grandes sambistas: Haroldo Costa, Mestre Louro, Quinho

O Salgueiro, como diz o lema, é uma escola “nem melhor, nem pior: apenas diferente”. Isso pode ser facilmente comprovado com os desfiles memoráveis que a agremiação sempre levou para a Sapucaí. Para o ano que vem, o enredo “Do fundo do quintal, sabores e saberes na Sapucaí” promete fazer história mais uma vez.

Império Serrano

9 títulos: 1948, 1949, 1950, 1951, 1955, 1956, 1960, 1972 e 1982
Fundação: 23 de março de 1947
Localização: Madureira
Fundadores: Mano Décio da Viola , Silas de Oliveira, Sebastião de Oliveira – Molequinho -, Dona Eulália do Nascimento
Grandes sambistas: Dona Ivone Lara, Jovelina Pérola Negra, Arlindo Cruz

Orgulho da comunidade da Serrinha, o Império Serrano é, com justiça, um verdadeiro símbolo do carnaval carioca, graças aos seus desfiles sempre irreverentes, que levam para o sambódromo o melhor da cultura afro-brasileira. Seu próximo enredo “Poema aos Peregrinos da Fé” vai exaltar os andarilhos religiosos e seus caminhos em busca da iluminação.

Segundo Newton Mendonça, que coordena o Camarote Lounge Folia Tropical, as cinco maiores vencedoras do carnaval do Rio simbolizam o que há de melhor na nossa cultura “tanto as quatro maiores, que estão no Grupo Especial, quanto o Império Serrano, na Série A, são garantia de um espetáculo belíssimo na avenida. Assistir ao desfile dessas agremiações é sempre inesquecível e especial”.

como-combater-o-estresse

A correria diária na vida dos seres humanos é a cada dia mais constante. As pessoas mudam ou se adaptam a hábitos com muita frequência. E nesse frenesi, acabam não se preocupando com o que comem. Acham que um simples e rápido lanche num fast food é suficiente para sua alimentação.

No entanto os especialistas na saúde alertam que uma alimentação pobre em nutrientes, tem como consequência o desequilíbrio físico e mental. E o resultado desse descompasso é estresse, que primeiro surge na forma de fadiga, irritação, ansiedade e dores nos músculos.

Clínicas especializadas na saúde masculina alertam que muitos homens não procuram ou demoram buscar ajuda. A clínica Vivace Saúde do homem dá algumas dicas de alimentos que ajudam a controlar ou mesmo a combater o estresse.

Confira os alimentos que ajudam no controle do estresse

Reduza o consumo de cafeína, açúcar refinado e sal. Esses alimentos podem agravar um quadro de estresse. Substitua-os por chás ou café de cevada; use o açúcar mascavo e o sal light.

Consuma alimentos que sejam fontes de magnésio, como as castanhas, nozes, as sementes de abóbora, aveia, arroz integral e o trigo. A ingestão desses alimentos ajuda no relaxamento da musculatura e pode proteger do estresse.

Alimentos ricos em cálcio, como gergelim, o tofu e quinua, não muito comum no Brasil, atuam com o magnésio na prevenção do estresse e de doenças cardiovasculares.

Abuse da vitamina C, que são encontradas nas frutas cítricas, como as goiabas e acerolas. Esses alimentos fazem com que o organismo tenha um estímulo em seu sistema de defesa, que fica abatido durante o estresse.

Outra vitamina que serve para o fornecimento de energia e que alavanca a disposição do organismo, são as do complexo B, facilmente encontradas no arroz integral, trigo e granola.

E por fim, beba líquidos durante todo o dia, assim você vai conseguir manter o seu organismo hidratado. Não apenas com água, você pode experimentar sucos de frutas naturais, que são excelentes, além da água de coco.

É bom lembrar, que a saúde do homem precisa de muito mais cuidados do que apenas uma adaptação alimentícia. Fazer exames rotineiramente é muito importante para o diagnóstico de outras doenças que, se descobertas no início, têm chances de cura aumentadas.

Produtos da Casa Madeira

Para os admiradores da alta gastronomia, uma atração que não pode deixar de ser

apreciada é a Casa Madeira. Seus produtos são direcionados aos paladares mais exigentes,

que não abrem mão de degustar os melhores sucos, vinagres e geleias, sem perder o sabor do

melhor da culinária caseira.

 

Onde fica a Casa Madeira?

 

A Casa Madeira localiza-se na cidade de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, e é tradição

que se perpetua desde 1926, quando foi erguido um casarão onde se localizava apenas um

porão, dando início às atividades na produção de suco de uva.

Em 1980, com a incorporação da casa pela família Valduga, a produção de sucos passa a

ser chancelada pela tradicional vinícola Luís Valduga e Filhos. Uma importante mudança ocorre

neste ano, com a transição da matéria prima, a uva, das de cepa americana, para as de cepa

europeia.

 

Produtos da Casa Madeira

 

Na linha de sucos, a casa produz quatro tipos:

  • Integral – sem açúcar, conservantes ou qualquer química em sua composição
  • Enriquecido – atende à necessidade diária de ingestão de fibras com 2 copos.
  • Varietal – nas versões branco e rose, elaborados com cepas Moscato e CabernetSauvignon.
  • Kosher – produzido seguindo as especificações alimentares da lei judaica
  • Orgânico – livre de agrotóxicos e com altíssima concentração de suco.

A Casa Madeira produz também extensa delicatessen, com ampla variedade de geleias,

divididas nas linhas Gourmet, Original, Sugar Free e Tradicional. Entre os produtos orgânicos,

está o vinagre Balsâmico, em frascos de 250 e 500ml, feito a partir das uvas Cabernet

sauvignon e Trebiano. Outra linha de produtos de destaque é a de cremes balsâmicos

enevelhecidos em barricas feitas de carvalho, nos sabores Mel e Laranja, Morango com

Pimenta e de Cabernet Sauvignon.
 

Revendedores

 

Os produtos Casa Madeira podem ser encontrados também A Propósito Food Service,

restaurante na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. O bistrô é especializado em alta

gastronomia, vinhos e cervejas Premium, nacionais e importadas e abre de

segunda a sexta, de 6h à 0h e nas sextas, sábados e véspera de feriados o horário é estendido

até as 2h. Domingos e feriados a casa abre às 7h, e fecha meia noite. O endereço é Rua Felipe

Camarão, 96, Grande Tijuca.

 

 

O carioca adora correr se sentir um com a natureza, correr na areia da praia, respirar fundo e ver a beleza de nossas maravilhas naturais, mas nem sempre isso é possível, devido ao fato de que alguns dos lugares que deveriam estar esbanjando beleza estão na realidade poluídos, e é assim na Barra da Tijuca, mas não por muito tempo.

 

Em uma matéria publicada pela Secretaria do Estado do Ambiente (SEA), foi revelado que a Baixada de Jacarepaguá, zona que abrange bairros como Recreio e Barra da Tijuca, terá seu lagoas dragadas e não as novidades não param por ai, uma ilha-parque será criada, que contará com trilhas, ciclovias e muito mais.

 

O projeto irá dragar as lagoas do Marapendi, Tijuca, Camorim e Jacarepaguá, além do Canal do Marapendi, da Orla da Barra e a embocadura do Canal do Joatinga. O material dragado irá ser utilizado na ampliação da ilha, que já existente tem localizada entre as lagoas do Camorim e da Tijuca, e no Parque Olímpico do Marapendi. Esta iniciativa evita que caminhões levem os sedimentos para o aterro de Seropédica, o que contribuiu para a redução de gases-estufa.

 

A ilha-parque contará com diversas atrações de lazer, como trilhas, ciclovias, jardins e quadras esportivas. Além do lazer, haverá também um centro de referência ambiental que agirá como núcleo de estudos avançados, com especialistas de universidades, SEA e do Instituto Nacional do Ambiente (Inea).

 

Gelma Reis, sócio-fundador, da empresa de consultoria ambiental, Ética Ambiental, afirma “A criação deste parque, que não é só um lugar de lazer, mas de conscientização é algo que nos faz ver, que ainda é possível revertermos os danos causados.”. Reis ainda diz como este projeto, todos os outros deveriam ser pensados de modo sustentável.

 

Outra importante obra do projeto é o prolongamento do quebra-mar, na Embocadura do canal do Joatinga, com a construção de um bar panorâmico. Enquanto a ilha-parque e Parque Marapendi utilizarão os detritos retirados das lagoas, o prolongamento utilizara as pedras resultantes das obras da Linha 4 do Metrô.

 
 
Texto cedido por Giancarlo Maturana
 

123...35